Páginas

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

A IGREJA ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA REALIZOU NA NOITE DE ONTEM A ENTREGA DOS ALIMENTOS (CESTA BÁSICA), ALIMENTOS ESSES QUE SÃO ARRECADADOS PELOS SEUS MEMBROS POR TODA A CIDADE. CONHEÇA AQUI A SUA HISTORIA.


Como surgiu a ideia do Multirão de Natal?O empresário e comunicador Sérgio Azevedo e sua esposa, Marli Azevedo, foram os idealizadores do Mutirão de Natal.Em dezembro de 1994, algumas semanas antes do Natal, o pessoal do departamento local da Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA) da Igreja Adventista do Botafogo, na cidade do Rio de Janeiro, estava praticamente com as prateleiras vazias, sem alimento para doação. A Marli, minha esposa, havia assumido a direção do departamento, e ela estava apavorada porque não tinha mantimento para montar as cestas que seriam doadas aos necessitados que estavam cadastrados naquele ano. Normalmente, a igreja do Botafogo preparava entre 500 a 550 quilos de cestas para os necessitados, mas naquele ano não tinha quase nada. Numa sexta-feira à noite, em casa, durante o jantar, surgiu a ideia de promover uma gincana que mobilizasse os membros a doarem. Pedi à minha esposa que entrasse em contato com o pastor e com a liderança da igreja, enquanto eu planejava como seriam as atividades.

Inicialmente, como foi a participação das pessoas?

Dividi a igreja em três grandes grupos, a partir das letras iniciais do nome das pessoas. Com essa divisão, praticamente todos participaram. Aqueles “clubes do bolinha” meio que acabaram. Se não dividíssemos dessa maneira, talvez o projeto não tivesse o sucesso que teve. Passamos as tarefas: eu pedi 500 quilos de alimentos para cada equipe, só que eu

coloquei uma cláusula no projeto: a cada tonelada a mais que a equipe conseguisse arrecadar, ganharia um ponto extra. Isso deu um gás tremendo, porque tinham que arrecadar tudo em uma semana. O primeiro Multirão de Natal, da concepção ao fechamento, começou na sexta-feira à noite, foi lançado no sábado seguinte, e durou uma semana. Resultado: arrecadamos 54 toneladas de alimentos. Na média histórica da igreja do Bota fogo, levaríamos 108 anos para arrecadar a mesma quantidade. As pessoas ficaram maravilhadas, era tanto quilo, tanto material, não havia nem lugar para colocar. Abastecemos todas as igrejas pobres do Estado do Rio de Janeiro, e ainda sobrou para o estoque da ADRA local. Deus nos abençoou muito. A igreja se movimentou, não só em alimento, mas na fé também.



O senhor imaginava que o Multirão de Natal teria tamanha amplitude?
De início não, o projeto funcionava quando os leigos se disponibiliza realizar. Nada era imposto, ou obrigatório. Começamos a acreditar que era um projeto grandioso no início de 2000. Muitas igrejas queriam realizar o Mutirão de Natal e a mídia começou a divulgar. Muitos lugares começaram a pedir as orientações de como realizar o projeto.

Qual a mensagem que o senhor deixa para os que participaram e também para aqueles que não participaram?
Primeiramente quero fazer alguns agradecimentos: à FGV do Rio de Janeiro que reconheceu em 2005 um grupo de alunos que fez um trabalho de mestrado. Eles ficaram cerca de nove meses estudando o Mutirão. O título do trabalho foi: Projeto Mutirão de Natal – um estudo sobre a gestão do projeto. Foi muito útil, a gente ganhou várias sugestões para amplificar o projeto; quero agradecer a mídia, aos jogadores e empresários que, voluntariamente, emprestaram a imagem pessoal, e também à Rede Globo de Televisão, porque desde o ano passado ela apoia o projeto. Além de dar o espaço, é um aval de qualidade. Entre milhares de projetos, eles escolhem dois ou três para apoiar, o Mutirão de Natal é um deles. Quem nunca participou, procure uma Igreja Adventista e participe de alguma maneira, doando ou ajudando na entrega. Se a pessoa está impossibilitada de ajudar, pode orar pelo projeto para que continue crescendo. Hoje o Mutirão não arrecada apenas alimentos, também arrecada roupas, livros, sapatos, brinquedos e, também, desenvolve projetos sociais. Se quiser mais informação acessewww.mutiraodenatal.com.br/, www.portaladventista.org/.../4018-Sergio-azevedo-fala-sobre-mutirao.


Historia do mutirão de natal em pau dos ferrosse deu inicio no ano de 2004 com a iniciativa de duas pessoas que vendo o projeto a nível nacional sentiram o desejo em seu coração de executa-lo o mesmo aqui na cidade de pau dos ferros, que foram eles Reginaldo e Rosimeire começaram pedindo apenas nos comércios e amigos arrecadaram 975 quilos de alimentos como viram que podiamfazer muito mais no ano seguinte arregaçaram as mangas e falaram com o departamento da ADRA (agencia adventista de desenvolvimento de recursos assistenciais)  da igreja adventista do sétimo esse que por sua vez tem um lindo trabalho social e juntamente com departamento do clube desbravadores e a colaboração e o apoio humano  de todos que fazem parte dessa instituição filantrópica desse ano em diante ñ se parou mais estamos com 7 anos de vitórias na cidade de Pau dos Ferros a cada anos alcançamos mais ainda as nossas metas no primeiro ano como já mencionei foram  no ano de 2004 arrecadaram 975 quilos de alimentos no ano 2005 foram arrecadados uma tonelada de alimentos 2006 uma tonelada e meio 2007 2 tonelada 2008, 2 tonelada e meia 2009 foram 5 toneladas de alimentos 2010 foram  2 tonelada e 300 alimentos  e nesse ano de 2011 foram 2 toneladas e meia no total foram 14.275 quilos de alimentos arrecadados nesses 7 anos de muito esforço e trabalho humano.

IMAGENS DA ENTREGA






















































Nenhum comentário:

Postar um comentário