Páginas

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Convocação dos Classificados no Concurso de Sargento Especialista Motorista

Por Sd Glaucia

O Boletim Geral nº 163, de 29 de agosto de 2011, trouxe publicada uma Nota convocando os candidatos classificados no Concurso de Sargento Especialista – Motorista, ocorrido em 1997.

O concurso havia sido suspenso sem qualquer policial realizar o Curso de Formação de Sargento Especialista, o qual previa a disposição de 40 vagas.

No entanto, o Tribunal de Justiça do RN recentemente julgou procedente a Ação Ordinária, determinando o “reinício do Curso de Formação de Sargento Especialistas QPMP 8 (motoristas), com a inclusão dos Autores no corpo discente, desde que classificados dentro do número de vagas respectivo e aprovados na inspeção de saúde e no teste de aptidão física e, ainda, desde que não tenham participado de outro curso de formação com a mesma finalidade”.

Apesar do edital do concurso prevê 40 vagas, a Nota convocou apenas 20 policiais para realizarem o curso de formação, os quais deverão se apresentar no próximo dia 28 de setembro, às 10 horas, na Diretoria de Pessoal.

Confira os policiais convocados:

1. 93384 Célio Roberto Lacerda Pimenta

2. 89024 Aelton de Aquino Viana

3. 88816 Edimar Lopes Barroso

4. 92530 Almir Medeiros da Fonseca

5. 90245 Edilson Alves da Silvas

6. 95084 Antônio Cláudio Nascimento

7. 85188 Wallace Tavares dos Santos

8. 88633 José Emílio Gomes da Silva

9. 81254 Francisco de Assis Santana

10. 93193 Paulo Bergson Balacho Monção

11. 96023 João Maria Crisanto da Silva

12. 86260 José Alves Ramalho

13. 92216 Manoel Marcelino da Silva

14. 89448 Jurandi Cruz dos Anjos

15. 87088 Josué Bezerra da Silva

16. 92184 Antônio Robson G. de Lima

17. 85102 Vanildo Calixto Soares

18. 86055 Antônio Bruno Silveira Neto

19. 97239 Antônio Francisco F. da Costa

20. 90069 Antônio José Firmino da Silva

Um comentário:

  1. Dê uma força a esse comentário, é um desabafo.

    Não agüento mais essa greve...não agüento mais...

    Os professores do Rio Grande do Norte enfrentam a cada dia o desafio de educar, e os alunos, o de aprender, em meio à má remuneração e à desvalorização vindas do governo do estado.

    A imprensa noticia a greve dos profissionais da educação do Rio Grande do Norte, que já dura mais de 90 dias. Esses reivindicam melhorias, tanto pros alunos quanto para si.

    Desejo, como aluno da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, que, nas próximas eleições, os eleitores procurem saber o que realmente está acontecendo com a educação. Que não sejam ENGANADOS pelos comerciais do governo, que mostram “a melhoria na educação do RN”. Que eles vejam que o Rio Grande do Norte possui uma educação defasada e sem compromisso por parte do governo, e que as instituições de ensino dependem da boa vontade dos governantes, que de boa vontade não existe nada.

    Não agüento mais essa greve que só nos massacra a cada dia. O povo uniu-se para vencer a ditadura militar, lutou com unhas e dentes para recuperar a democracia, o direito de votar, de escolher, de reivindicar. Agora que tem voz, não se importa em cobrar do governo o cumprimento de uma boa educação.

    Não agüento mais essa greve...não agüento mais...

    Por: André Alexandre

    ResponderExcluir