Páginas

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Em Pau dos Ferros, produtores ampliam produção de leite com o Projeto Balde Cheio



“A produção diária, dos meus nove animais, subiu de 35 litros por dia, para 90 litros”. Essa constatação foi feita pelo produtor, Antônio Adilson de Aquino, que é uma dos participantes do Projeto Balde Cheio, na cidade de Pau dos Ferros.
Para o aumento da produtividade e a promoção da profissionalização da gestão na propriedade rural, é que a Prefeitura de Pau dos Ferros, em parceria com Banco do Nordeste do Brasil – BNB - e o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Rio Grande do Norte  - Sebrae RN - implantaram o programa Balde Cheio.
Segundo o Técnico do Projeto Balde Cheio, Beto Chaves, resultados como esses só são possível graças a mudanças de hábitos implantado, pelo projeto, junto a esses produtores.
Um exemplo deste novo mecanismo de trabalho acontece com um melhor aproveitamento da pastagem. De acordo com Beto Chaves, antes, em uma área de 10 mil m2, os produtores podiam colocar apenas dez animais. Já conseguimos colocar 9 animais em uma área de apenas 6 mil m2. “Sem dúvidas, um ótimo resultado”, ressaltou Beto.
Esses fatores têm credenciado o Balde Cheio a ser implantado em outras comunidades. Logo após a implantação havia, por parte de alguns proprietários rurais, resistência em aderia aos programas. Entretanto, os bons resultados têm aumentado o número de participantes. No início, apenas um agricultor aderiu, atualmente, aproximadamente 10 já estão participando.
Outra novidade do projeto Balde Cheio, é a implantação para o Caprino de Corte. Essa é a segunda experiência, neste sentido, em todo o Brasil. Segundo Beto Chaves, devido à boa aceitação do projeto, foi decidido ampliar e inovar com este novo trabalho. “Tenho certeza, com os resultados já obtidos, o caprino de corte, também será bem aceito entre os produtores rurais”, finalizou, Beto Chaves.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário